"Não tenha pressa, avance devagar" - Florentino Fagundes

TEXTOS RECENTES

 

Delírios Banais

Submerso em delírios banais, eu fugi da realidade assustadora.
Leia MaisDelírios Banais

União e Divergências

Ele tentou condicionar a fraqueza do homem à beleza feminina
Leia MaisUnião e Divergências

Nuvem Passageira

Nostálgica lembrança de falar com nuvens.
Leia MaisNuvem Passageira

Minha Vez

E se não desse certo, a paixão não fosse mútua?
Leia MaisMinha Vez

Desafio

Errar é possível, acertar não tem preço
Leia MaisDesafio

Compras

Ela compra mais que vende
Leia MaisCompras

Atacado

Se lessem bons livros não seriam pobres
Leia MaisAtacado

Abastecer um cartão transporte, a odisseia das ruas curitibanas

Compartilho um artigo meu publicado na Gazeta do Povo. Já adianto com isso a publicação da próxima quarta-feira, 12 de fevereiro. [...]
Leia MaisAbastecer um cartão transporte, a odisseia das ruas curitibanas

O Silêncio

Havia estratégia na minha aparente falta de atitude
Leia MaisO Silêncio

Bezinho

Meus leitores, admirados, questionam se as histórias são de verdade ou pura imaginação
Leia MaisBezinho

Dai de Comer a Quem Tem Fome

Há no mundo apetites diferentes
Leia MaisDai de Comer a Quem Tem Fome

Repercussão

Do Brasil para o Mundo - Segue adiante
Leia MaisRepercussão
 

SOBRE

 
 

Florentino Augusto Fagundes, filho e neto de paranaenses, nasceu em Ribeira SP em 7 de fevereiro de 1961.

Graduou-se em Matemática, cursou especialização em Engenharia da Qualidade, concluiu mestrado e doutorado em Engenharia Mecânica, tudo isso na Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR, onde é professor desde 1995. Além de trabalhar no comércio, foi bancário e empresário. Casado, é pai de um casal de filhos.

Assumiu oficialmente a condição de escritor, ao publicar a crônica “O Crânio” em sua página no Facebook no dia 2 de outubro de 2015.

 
Saiba Mais

INSTAGRAM

 
prêmios

PRÊMIOS

 

Prêmio Banestado
Categoria Contos, Banco do Estado do Paraná S.A., 1989.

 

Prêmio Paulo Leminski
Categoria Contos, Prefeitura Municipal de Toledo, 1991.

 

OBRAS PUBLICADAS

 
6838

Profunda Identidade

COMPRAR
5961

Segredos de Nair

COMPRAR
5963

A Primeira Pedra

COMPRAR

SIGA-ME NAS REDES SOCIAIS E FIQUE POR DENTRO DE NOVAS CRIAÇÕES

INSCREVA-SE E FIQUE POR DENTRO DAS NOVIDADES